O Policial e a Recepcionista

Aline tem 40 anos é recepcionista em um hotel na cidade de Londrina no Paraná, ela é casada mãe de dois filhos, mas muito cuidadosa com seu corpo, se veste bem, é simpática de sorriso aberto, comunicativa o que faz com que ela consiga cativar as pessoas e fazer amizades de maneira fácil, mas não é só isso que chama a atenção nela por que embora baixinha têm bumbum redondinho e durinho, coxas grossas barriguinha chapada e seios volumosos, enfim ela é uma baixinha compacta, isto é, completa.

Casada a mais de dez anos e mãe de dois filhos, mas sempre fogosa tendo em sua mente fantasias e fetiches picantes que gostaria de realizar, mas como é casada fez essas fantasias e fetiches adormecerem, pois fez propósito consigo mesma de ser fiel a seu marido, mas o tempo passa e o tesão não se apaga e quando ele vem traz consigo o desejo, as fantasias e os fetiches e o corpo esquenta e queima de vontade como ela é bem comunicativa e por essa razão tem muitas amizades e em razão disso ela recebeu convite de uma de suas amigas para estar em seu aniversário o que ela não recusou, no dia marcado lá estava ela toda linda com seu marido e com seu sorriso e sua presença deixando aquele ambiente alegre, e nesse aniversário estava também entre outras pessoas um casal, ele policial, e ela, Aline, notou que ele sempre que possível e estava olhando para ela e a medindo com seu olhar fulminante.

Ele é Luan, tem 42 anos, como todo policial, tem postura, rosto forte, cabelo bem cortado, corpo malhado e aproximadamente 1.85 de altura.

Esse homem quando olhava para ela com seu olhar quase a fulminava o que fazia com que ela se estremecesse de desejo e aquelas fantasias e fetiches voltavam como fogo na sua imaginação o que fazia com ela não deixasse de olhar para ele e assim trocavam olhares.

Passou a festa todos foram para suas casas e dias passaram e dia depois Aline recebe uma ligação de um numero desconhecido ela atende e para sua surpresa quem era, era Luan, ele se identificou logo o que fez com Aline ficasse de pernas bambas e sentasse logo e conversaram e ele entre tantos assuntos falou do interesse de encontrar ela se ela aceitasse, é claro, no momento ela não disse sim, relutou pois tinha prometido a ela mesma ser fiel e já fazia mais de dez anos que ela tinha traído seu marido e não tinha isso em mente de novo mas o coração quase saia pela boca, as mãos suavam, pernas tremiam e a boca secava e as fantasias e fetiches voltaram mais uma vez com labaredas na sua imaginação o que levou ela não recusar, mas não tinham um lugar para se encontrarem, pensou ela, mas ele tinha tudo certo, o cara é prevenido e safado, porque ele conseguiu o telefone dela com a amiga onde foi a festa aniversario, não só numero de telefone, mas também a casa dela para o encontro e definido o dia e o horário.

Enfim, o dia chegou, ela se preparou, pois queria fazer valer a pena, era algo inusitado e como fazia dez anos que tinha saído com outro homem depois de casada foi com vestido curtinho e por baixo uma lingerie vermelha bem sensual e chegando ele estava à espera deu um abraço forte e gostoso o que fez com ela ficasse bem juntinho dele o que fez ela sentir a pika de Luan já dura, ele a beijou longamente e como o beijo demorou as mãos começaram a se mover automaticamente e começaram a se tocar, se acariciar e os corpos se aquecerem cada vez mais e durante as caricias as mãos se movendo as roupas foram saindo como que automaticamente e ela fica de joelhos acaricia a pica toda lisinha, cabecinha rosada e lambe gostoso desde as bolas subindo até chegar à cabecinha, ela coloca tudo na boca e suga deliciosamente fazendo ele gemer, ele coloca ela deitada abre as coxas e começa a lamber desde os joelhos, virilha e com a ponta dos dedos abre os lábios da xaninha e suga, lambe fazendo Aline se contorcer de tesão e desejo, coloca Aline de quatro a faz empinar o bumbum abre o reguinho dela e faz beijo grego nela xingando ela de minha cadelinha safada, minha putinha gostosa, desce mais e xupa a xaninha molhada pelo tesão fazendo com ela pedisse para ser penetrada, ele diz; ainda não espera mais um pouquinho, quero te ouvir gemer e rogar para ser comida mas ela xingava ainda mais safada, cachorra, delicia, gostosa e quando ela pensava que ele ia comer ele deita ela e começa a fazer um 69 gostoso, ela por cima e ele soca a pika na garganta dela, xupa a buceta gostosa dela, lisinha, macia e molhada enquanto estavam assim ele pergunta como você quer ser comida, ela disse com a pika ainda na boca; quero do jeito que você desejar, ele diz, então fica de quatro, mas antes de comer sua bucetinha quero seu cuzinho gostoso, ela diz; Ui! Safado, então come porque eu quero fazer valer a pena, ela empina ele passa KY no dedo e alarga o cuzinho com um dedo, depois dois e depois três o que faz com ela solte gemidos espontâneos enquanto isso ele coloca o preservativo e aos poucos vai socando sua pika de 19x6cm no seu cuzinho que após colocar a cabecinha ele segura ela pelo quadril e vai socando, socando, socando, socando ela geme, se contorcem, mas ele a segura firme, ela amassa o lençol, empina mais o bumbum coloca a cabeça no travesseiro morde a fronha do travesseiro porque ela era praticamente virgem no cuzinho, pois há muito tempo não dava, ele socou muito nele quando já estava para gozar ele tira e troca o preservativo mais KY se deita e pede para ela vir por cima ela senta deliciosamente na pika e soca na bucetinha ela cavalga gostoso ele ajuda segurando na cintura dela e ela fica levantando e sentando, levantando e sentando até estralar fez isso durante cinco minutos, agora ele quer ela de costa pra ele, ele diz; quero ter uma visão safada e gostosa, senta de costa na minha pika e ela obedece levanta e vira de costa pra ele, ele segura a pika com a mão e ela vai descendo, descendo mais, mais e mais até a pika entrar todinha ele abre o bumbum de Aline e tem uma visão deliciosa a pika de dele entrando e saindo daquela bucetinha que já estava toda melada de porra, de gozo ela apoia as mãos no colchão empina o bumbum e rebola aumentando cada vez mais a intensidade e com a buceta mordendo a pika levando Luan ao delírio, segura ela com uma mão no quadril e outro segurando o cabelo dela e ela soca, soca, soca, soca, soca ele dando tapas no seu bumbum e xingando de puta safada, sua cachorra, cadela e quanto mais ele xingava ela aumentava a intensidade levando e nesse momento eles chegam ao êxtase e gemendo juntos e gozam e goza dentro dela bem no fundo, e ficam esmorecidos de tanto tesão.

Depois de dez anos sem trair Aline aproveitou a oportunidade e prometeu não ficar só nessa quer realizar todas suas fantasia e fetiches e tudo o policial e com mais alguém se necessário for.

1 comentário sobre “O Policial e a Recepcionista

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eriticosesposa puta contoscontos eroticos gratiscontos gays cnncontos eroticos ginecologistasexo gay contoscontos eróticos padrastocontos ercontos eroticos insestocontos ercontos eroticos de novinhatextos eróticoscontos porno de incestocontos de sexo gostosocontos eroticos incestuososconto erotico ubercontos eroticos sobrinha novinhacomi minha primasites de contos eroticoscontos eróticos femininoconto eróticocontos eroticos traiçãomeu primo me comeuconto erotico sogrocontos eroticos no carroconto erotico categoriacontos eroticos encestoscontos eroticos meninosconto erótico irmãovontos eroticoscontos de incestocontos eroticossite de contos eroticoscontos ercasa dos contos ercontos e relatos eroticoscontos etoticoscontos cunhadinhacontos eróticos nethistorias eroticascasa dos contos gaycontos eroticos meninoscontos eroticiscontos eroticos primascontos eroticos reaissexo gostoso contosprimeira vez com travesticonto erotico sobrinharelato eroticoscontos eroticos esposacontos eróticoscontoeroticoscontos eróticos travestisincestos contoscomi minha professoracontos eroticos com a sogracontos eroticos cornocontos eroticos empregadacontos eroticos traiçãocontos e relatos eroticosconto comendo a cunhadacontos eroticos com meninas novinhascontos eroticisconto erótico gaycontos gays reaisgozando no onibusconto heroticocontos de travesticonto erótico irmãoconti eroticocontos eróticos sogracontos comendo a cunhadacontos eroticos de meninas novinhascontos eróticos gordinhaconto erotcocontos eroticpsconto erotico no onibuscontos pornos gayssexo contos eroticoscontos cuzinhoconto erotico novinhacontos eroticos sobrinhoconto erotico casadacontos eroticos encoxadacontos eróticos gaycontos eroticos de incestocontos eroticos lesbicascontos wroticoscontos eroticos na academiacontos eroticos de gaycontos eroticos padrastocontos eróticos com novinhasconto erotico no onibuscontos eroticos novoscontos eroticos gay novinhocontos eroticos meninas novinhas