Conhecendo uma Casa de Swing

Bom dia, boa tarde, boa noite, eu sou … e minha esposa a rúbia (nomes fictícios, é claro) e vou contar uma de nossas aventuras… fictícia… será???

Somos um casal bem sem vergonha, eu com meus 35 anos de idade e Rúbia com os seus 49 anos de puro desejo e tentação. O mais gostoso é que somos um verdadeiro casal… unidos até nos safados…
Desde nossas primeiras vezes, sempre brincamos sobre ir em uma casa de swing… já fantasiamos ménage e até troca, mas apenas após 8 anos de casados, colocamos essa fantasia em prática.
Depois de muito gozarmos, resolvemos ir mesmo conhecer… “conhecer” e apenas isto foi o que ficou combinado entre nós, afinal… primeira vez, né…
Chegando no fatídico dia… uma linda noite de sábado, ela estava deslumbrante.. um vestidinho bem solto colado ao corpo, não muito curto, mas sensual… um decote bonito (ela não costuma usar vestidos ou decote) e um sapato com salto não alto, mas que empinava a linda buda que ela tem (foto abaixo). Eu, simples, com um short e uma camiseta leve..
Reservamos a entrada por telefone, fomos bem atendidos pelo recepcionista, que nos levou para dentro, nos mostrando o lugar… um primeiro ambiente gostoso, estilo balada, já com várias pessoas bebendo, conversando e dançando. Em um olhar desapercebido, parecia uma balada comum.

Já o segundo ambiente, o nosso aflitão apenas nos disse a entrada e que era lá que as coisas começavam a esquentar e sugeriu que, caso fosse a intenção, deveríamos descobrir sozinhos…
Como tínhamos acabado de chegar, resolvemos ficar no primeiro ambiente…, pegamos uma mesa, umas cervejas e uma caipirinha para dar um pouco de coragem rs… com o passar da noite.. as coisas tbm começaram a esquentas.. shows deliciosos, brincadeiras e nós, sentados..
Após o final da segunda caipirinha, resolvemos andar…. assistimos um show em que um striper pelado simulada que transada com as mulheres que subiam lá (acho até que ele dava umas cutucadas)…

Já um pouco altos, resolvemos conhecer a parte quente da casa…
O segundo ambiente era um pouco menor… mais escuro (não muito) e com música ambiente, em que se via algumas casais se beijando e passando a mão um no outro.. havia algumas mulheres ajoelhadas fazendo sexo oral em 3 ou 4 homens…
Nós dois que já estávamos excitados… aproveitamos o clima para dar aquele amasso, beijei a Rubia bem profundo (ela adora) e apertei ela junto ao meu corpo para que ela sentisse minha vara…
Tive uma ideia meio doida… pedi que ela tirasse a calcinha.. ela se afastou.. me olhou com aquela cara de safada e, sem se importar com os outros casais ali de pé começou a puxar a calcinha pra e dando uma leve abaixada, sem dobrar os joelhos, para acabar de retirar… isso me deixou louquinho… provavelmente um outro casal que estava em frente e ficou olhando a bunda dela que começou a aparecer quando ela abaixou..
Abaixei um pouco meu short e a safada virou a bunda pra mim e grudou na minha vara. Eu apertava a vara em sua bunda, roçando em sua xana, mordia sua orelha e apertava seus deliciosos seios… um tesão absoluto… parecia que só tinha nós lá… mas quando me dei conta.. a sala estava bem mais cheia, havia casais do nosso lado se pegando e encostando em nós e tbm outros olhando fixamente para os seis da rubia que já estavam pra fora de tanto eu aperta-los.
Rubia estava encharcada, gemia e olhava para os outros casais… eu não resisti.. desci minha mão até a buceta dela, puxei o vestido pra cima e comecei a alisar. Como meu toque, suas pernas bambearam e num movimento reflexo ela levou a mão ao lado acertando a barriga de uma moça que estava na mesma posição que nós, com seu marido…
A mulher, instintivamente segurou o braço de rúbia e seu marido, de forma bem safada, levou a mão ao peito da rúbia e ficou ali alisando… sua mulher.. não perdeu tempo e desceu a mão da rúbia para a sua calcinha e ficou esfregando…
Rubia, num misto de tesão e desespero… virou o resto pra mim e só disse a… m… o… r… e gozou… tremendo em minha vara, com outro homem segurando um de seis seios e ela apertando a xana da esposa dele…
Segurei ela para não cair e o nosso colega também ajudou, apertando ainda mais seu seio… ficamos assim até ela recuperar o folego e então, resolvemos andar mais um pouco…
Voltamos para o primeiro ambiente… tomamos mais um cerveja…. e mais calmos.. resolvemos conhecer mais a casa…
O 2º ambiente já tinha menos pessoas que tinha se dirigido aos demais ambientes… então, entramos no corredor escuro… para todos os lados havia gemidos e cheiro de sexo…
Havia bastante pessoas nesse corredor e era impossível passar sem esbarrar em outra… Rubia foi na frente e eu atrás, mas vira e mexe, tínhamos eu nos virar para outras pessoas passar… dava para ver apenas a silhueta dos corpos, mas dava pra perceber que passava algumas mulheres só de calcinha, esfregando os seios em mim… Rubia e virava de costas para não ficar de frente com ninguém.. e com certeza.. levou várias passadas de mão na bunda (sem calcinha) e nos seios… até que chegamos ao final do corredor, uma sala maior, com algumas camas grandes e sofás nos cantos…
Não havia lugar para sentar.. tudo estava ocupado por pessoas transando… nas camas, algumas mulheres e vários homens.. nem dava para ouvir a musica, só gemidos…
Ficamos um tempo ali olhando e nos excitando e quando estávamos pegando fogo, voltamos ao corredor e, na segunda porta que estava aberta, entramos… ela uma sala pequena, com um sofá/banco pequeno e buracos nas paredes (detalhe, como estava meio escuro, somente fomos notar os buracos depois).
Encostei rúbia na parede, abaixei a alça de seu vestido e já cai mamando em seus… arranquei minha bermuda e cueca e comecei a roçar sua xana do jeito que ela adora…de repente… sinto havia duas mãos segurando os seis de rubia… ergui os braços de rúbia e comecei a beijar ela, momento em que ela percebeu que não eram minhas mãos…
Imediatamente em seguida ela começou a sentir algo roçando em sua bunda. Como estava de salto, o negócio foi direto aos lábios varinas, por cima do vestido e fico ali esfregando.
Rubia até fez menção de sair dali… mas a cada esfregada, ela acabava voltando ao lugar…
Ela não parava de falar.. amor.. amor… mas eu sabia que ela estava adorando aquele esfrega, esfrega… então.. fiz aquilo que ela queria… puxei seu vestido pra cima e deixei a minha linda bucetinha ter contato com aquela vara desconhecida…
Ao contrário de muitos por ai, não tenho tesão em ser chifrado.. mas o tesão estava muito alto…
Ela me olho com cara de assustada… nosso colega tirou uma das mãos dos seios e direcionou a cabeça da vara para a entrada da chana…
Ela me olhou com aquela cara de assustada e ao mesmo tempo safada e foi indo pra traz, e curvando … deixando a coisa entrar.. jogou todo o corpo para traz e caiu de boca na minha vara…
Quando estava bem excitado, fui tbm para um buraco na parede, pois percebi que tbm tinha uma mulher junto com nosso colega… ela me chupou gostoso e depois, veio com sua bucetinha quente na minha vara…
Foi uma loucura.. segurava a mão de Rúbia, enquanto ela gemia naquela vara e eu comia gostoso uma buceta desconhecida… gozamos alucinadamente naquela noite, numa brincadeira que começou apenas com o “conhecer”…
Esperamos o casal sair primeiro e depois saímos atrás, para não sermos vistos… mas para a nossa surpresa, o casal estava esperando na porta do corredor. Por coincidência, era o mesmo casal que estava ao nosso lado…Ele veio até mim e me disse que adorou a brincadeira.. me deu o número dele e me chamou para repetirmos, só nós quatro….

Saímos de lá extasiados.. meio que sem saber o que falarmos um para o outro… mas quando chegamos em casa, nos beijamos profundamente e transamos… de forma lenta, suave e delirante…

Ainda não entramos em contado com o casal.. mas nos excitamos muito transando e pensando no que aconteceu..

1 comentário em “Conhecendo uma Casa de Swing”

  1. Ola sou louco para pegar um loirinha, deve ter a buceta branquinha, ou pegar uma novinha deve ser uma delicia, ou pegar mae e filha😬 tambem pegar uma casada na frente do marido eita, mulher q esta ai cheia de tesÃo me chama no zap 11947841246

    Responder

Deixe um comentário



contos eroticos de mulheres casadascontos eroticos meninacontos eroticos mãe e filhocontos eroticos coroaconto gay tioexibindo a esposacontoserocontos eróticos gayconto erotico lesbicacomendo a cunhada contoscontos eroticos proibidoscontos erótico gaycntos eroticoscontos eroticos cunhadocontos eróticos incestoscontos eroticos de incestoscomendo a sogra contoconto erotico femininorelatos eróticoscontos eroticos novosconto erotico gayconto erotico cunhadacontos gay casa dos contoscontos eróticos padrastocontos xxxcontos porno incestocontos eroticos realcontos de traicaocontos eróticos mãecontos de sexo com a empregadacontos eróticos femininoscontos insestocontos eróticos cunhadacontos eroricoscontos cuckoldcontos eroticos reaiscontos sexo incestoconto eróticos onlinecontos incestocontos eroticos professoracontos eroticos mulher do amigoconto erotico academiameu primo me comeuconto eróticacontos eroticos recentescontos eroticos onibusconto cornocontos eroticos sobrinhacontos eroticos gaysconto eróticocontos eróticos mãe e filhoeróticosquero ser cornocontos de coroascontos eroticos gay gratiscontos eróticos casa de swingcontos eróticos de incestoscontos eroticos viadinhocontos eroticos gay gratiscontos eroticos com sogracontos eroticos sogracomendo a madrastacontos eróticos lésbicoconto erotico com travestirelatos eróticocontos eroticos traindo o maridocontos eróticos primaconto erotico ubercontos gay eroticocontos eroticos comendo a cunhadacontos cunhadacomi minha professoracontoseroticos incestocontos eróticos com novinhascontos eróticos incestorelatos de cornoscontos eroticos com sogracontos eroticos de corno mansocontos eroticos pai e filhocontos ercontos pornos gayscontos eroticos cunhadocontos de incesto mae e filhocontos de encoxadascontos erotico reaisconto heroticoscontos eróticos com novinhascontos eroticos a forçacontos eroticos comi minha sogracontos incestocontos eroticos gravidacontos gay primeira vezconto heroticocontos eroticos minha tiacontos erpticos