Tarde da noite

Olá irei contar algo real que aconteceu algum tempinho atrás.
Me chamo Amanda tenho o corpo esbelto, nem magra e nem gorda bem proporcional para a minha idade.
Tenho 1,70 de altura cabelos castanhos escuros longos até na bunda e olhos castanhos quase mel.
Bem, vamos ao que interessa a todos!rsrsrsrs


Tia Vera,mãe de uma amiga de infância, possui uma fábrica de roupas e algumas lojas no seguimento de vestuários em shoppings populares na nossa cidade. Eu e Helaine somos modelos fotográficas da marca dela. E chega mais um dia novidades onde iríamos ficar com algumas peças para fotografar tanto para publicidade da marca ,como para nos usar em nossas redes sociais.

Helaine estava pouco adoentada da garganta febril, então encarreguei de separar o que iríamos usar e fui dormi na casa dela para logo cedinho deixar separado todas as roupas para fotografar.
Já dormindo na madrugada sinto alguém tocar no meu corpo em forma de carícia nas coxas,desperto sonolenta e vejo Vera na ponta da cama, que me chama até a sala.
Chegando na sala pilhas de roupas encima do sofa e Verá diz separa a tua roupa que vou sair ainda de madrugada pra deixar na loja.

Tratei de esolher o de Helaine ja sei seus gostos e logo depois separei as minhas, alguns vestidos, shorts,blusas,lingerie e biquines.
Tudo separadinho acho que 1hora e meia depois, ainda doida pra voltar a dormir,bem detalhista Vera me pede pra mim vestir alguma roupa pra ver se realmente estava boas,nossa fala sério doida pra dormir e tenho que ter esse trabalhão falando pra mim mesma,afinal ganho muitas roupas né.E por cima do camisola ponho um vestido que ficou horrível, né e Vera logo percebeu e brinca se ajeita criatura veste isso direito, tira essa camisola levantei a camisola e pôs o vestido escolhido que dessa vez ficou bem melhor e Vera brinca,ta cobrindo mais que teu camisola nem amostra a polpa da bunda rsrsrs. Apesar de ser um vestido fininho não marca a tua calcinha comenta ela,se aproxima de mim e com suas mãos acaricia meus seios por cima do vestido e diz calma,vamos ver da pra usar sem sutiã e com toda aquela carícia no seio os biquinhos foram ficando durinhos e comenta não está vulgar Amanda dar

pra usar sem sutiã. E logo retiro o vestido e logo em seguida ponho a camisola.Vera diz já pode baixar o farol se referindo aos meus seios durinhos afinal minha camisola era de seda fininha,envergonhada dou risadas,que foi pergunta ela?nada não!então ela me pede experimenta alguma lingerie aproveita q todos estão dormindo e tira a calcinha aqui mesmo,nooooossa que vergonha!Vou ali buscar um absorvente(por ser roupa intima nova ainda não lavadas colocamos por higiene)mas peguei um conjutinho vermelho e vesti que achou pergunto?Tá muito linda,responde ajeitando minha calcinha no bumbum dando leves acariciadas e diz tira o sutiã não consigo ver o farol acender,tudo em tom de brincadeira,mais no calar da madrugada e voz susurrante desapontou e deixo meus seios amostra onde Vera acaricia me deixando arrepiada ,apesar de ser loucura aquilo tava bom,senta no sofá e vai abaixando minha calcinha, caraaaaaca,que vergonha ponho a mão encumbrindo minha buceta e busco minha camisola,dai ela diz fica que nem eu ,não veste a calcinha faz bem dormir assim ,em casa só durmo assim,aqui você também estar em sua casa comenta.

Deita aqui no sofá nas minhas pernas,deixa acender teu farol comenta ela, dou risadas e digo melhor não rsrsrs,Vera pega minha mão e passa na sua buceta lisa e molhada rsrsrs,viu estou como você com a mão dela segurando a minha fico praticamente masturbado ela, você também estar assim?balanço a cabeça positivamente e logo ela pede deixa sentir teu melzinho, toca na minha buceta acaricia e logo em seguida lambe seus dedos e me pede,me da mais Amanda do teu melzinho tesão foi a mil e apenas concordei com a cabeça e começa a me acariciar de forma masturbando dava pra sentir meu tesão escorrer pela coxa deito no sofá e com as mãos melada Vera mela meus seios e começa a chupar alguns tempo depois gozo de forma incrível apenas sendo chupada nos seios

1 comentário sobre “Tarde da noite

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eroticos com avocontos eroticos massagemcontos eroticos insestocontos.eróticosconto erotico lesbicascontos eróticos para mulheresconto erotico cunhadacontos eroticos ginecologistaconto erotico travesticonto erotico lesbicocontos eroticos minha tiacontos eroticos velho taradocontos fetichesrelatos de sexocrossdresser contosdei pro amigo do meu maridocontoseróticosconto erotico categoriacontos eroticos gay incestocontos eróticos vizinhacontos eróticos academiarelatos eroticocont erotcontos eroticos encoxadascontos eroticos femininoscontos eroticos papaicontos perdendo a virgindadecontos gay sexocontos eroticiscontos eroticoacontos eróticos de incestocontos de traiçaocontos eroticos de coroascomto eroticocontos eroticos vizinha novinhaconto erotico novinhocontos eroticos siriricacontos eroticos gay primosrelatos de cornosviuva gostosacrossdresser contosconto.eroticocontos eroticos de insestoconto eróticocontos eroticos madrastacontos de incesto mae e filhocontos eroticos de coroascontos eroticos viadinhocontos eroticos casaisconto erótico gaycontos eroticos comendo a sograeroticos contosconto erotico maecontos eroticos comendo a tiameu marido cornocontos eroticos de traiçãocontos eróticos a forçaconto erotico esposacontos eroticos incesto pai e filhaconto de incestocontos de sexo analconto erótico professorconto de incestocorno manso contocontos eroticos ginecologistacontos eroticos atualizadosputinha do papaicontos eroticos realcontos sexo incestocontos eroticos familiacontos eróticos de incestocontos eroticos insestocontos.erocontos de traicaocontos eroticodconto travesticontos de insestoseroticos contostexto eroticocontos eróticos cunhadomeu professor me comeutextos eróticoscontos eróticos recentescontos eroticos gay gratiscontos sexconto eriticocontos eroticos de cornoconto erotico gay ultimoscontos corno mansocontos eroticos cunhadoconto erotico ubercontos de swingconto erotico sobrinhacontos eróticos lesbicocontos sobrinhacontos eroticos novoscontos eroticos gay primo