Prima advogada safada

Irei relatar para vocês o breve caso que tive com uma prima. Tinha 20 anos quando isto ocorreu, 1,80 e altura, pele morena, mais ou menos malhado, estudante de Direito. Vamos chama-la de Ana (até porquê não pedi autorização para relatar o caso). Na época a Ana tinha 24 aninhos com 1,60 de altura, mineira, pele bronzeada, piercing nas orelhas e alguma tatuagens pelo corpo, magra e sensual com pernas lindas e um olhar de deixar qualquer pessoa excitada (deve ser de família) e sem contar que era formada em Direito. Bom, era abril de 2019 e a Ana viria de Minas para morar em Manaus por conta de trabalho e outras situações que não vem ao caso. E eu sempre tive uma tesão quando a via, mas como um homem inteligente sempre me contive, em maio percebi que ela começou a dar

sinais de que poderia rolar algo mas não dava muita moral até porquê sempre fui bem desenrolado com a mulherada, sem necessidade de correr atrás, mas passou um mês e eu comecei a conversar mais com a Ana no escritório de advocacia que trabalhávamos e percebi que ela começou a me olhar com uma cara de tarada, fiquei esperando o momento oportuno para chegar nela até que um dia só estava eu e ela no escritório e Ana foi pegar um pacote de açúcar que estava em uma prateleira em minha frente, e como ela é baixinha em relação a mim não

perderia a oportunidade de vê-la de ponta de pé em minha frente, e como foi maravilhosa aquela cena meu pau ficou apertado na calça na hora e eu não me controlei e passei a mão na sua cintura e desci em direção a sua bunda, logo percebi que ela gostou e encostei ela na parede em que estava e comecei a beijá-la, segurei seus braços na parede e fui descendo pelo seu pescoço (ela foi bem receptível por sinal), neste dia nós apenas ficamos nisso e eu apesar de não ser de me apaixonar passei o resto do dia pensando no ocorrido e quando poderia fazer o que estava passando na minha cabeça com ela. Não demorou nem dois dias porque no dia seguinte ela veio com um vestido que tinha um

laço e novamente ficamos a sós no escritório, já que os advogados estavam para audiências, cheguei até sua mesa puxei ela pelos braços e ela veio de bom grado, comecei beijando aquela boca maravilhosa e descendo a mão até sua cintura, logo em seguida fomos para o banheiro e eu falei que estava louco para chupar aquela bucetinha e ela disse ‘’ é só um vestido’’ puxei o laço e a gravidade fez o resto e como fiquei feliz com o que vi, ela estava usando uma lingerie azul, buceta lisinha e lábios vermelhinhos como sua boca, caralho meti a boca naquela lingerie, comecei a masturbá-la com minha mão e ela começou a se contorcer e soltar suaves gemidos enquanto nos beijávamos, mas ouvimos o barulho da porta do escritório e fomos cautelosos, um atrapalha foda veio deixar um recado referente a algum produto que não dei importância já que estava puto por ele ter esfriado o momento, depois que ele foi embora a Ana me olha e diz se eu fosse homem não parava não (captei a mensagem) e tirei aquele vestido de novo, coloquei

sua lingerie de lado e (obrigado testosterona) me afundei dentro dela – Caralho !!! isso foi bom demais – acho que rolou uma química entre nossos corpos, abaixei ela de frente para pia da cozinha e comecei a meter naquela buceta que estava toda molhada e quentinha, adorei ver sua tatuagem mais secreta, como ela estava de costa agarrei seu cabelo e metemos alguns minutos até que ela começou a gozar no meu pau e paramos já que a qualquer momento poderia entrar alguém e estaríamos numa enrascada, mas falei para ela que estava me devendo um orgasmo e ela respondeu – Pensei que você fosse ‘’viado’’ – ah sua filha da puta você não viu nada ainda. Passei a noite pensando naquela foda e como queria terminar aquilo. Passamos a semana com troca de olhares e aquele jogo de sedução que eu simpatizo bastante. Alguns dias depois ela disse que precisava que eu descesse para ajudá-la a organizar algumas pastas e neste dia estava todo mundo no escritório então não pensei em nada, desci após uns minutos e a sala de

reunião estava uma zorra, ela estava usando uma saia colada e salto alto (padrão advogada) no momento em que ela abaixou apenas o tronco para pegar um papel que caiu eu me aproximei e fui subindo com a mão até seu pé e fui subindo até sentir sua bucetinha quentinha e ela disse que se arrepiou todinha, fui por trás dela e a encostei na mesa de reunião, naquele ponto já tinha tacado o foda-se e queria mesmo era foder ela com força naquela posição, deitei a Ana com a barriga na mesa abri suas pernas, coloquei um dedo na sal buceta e comecei a fazer meu jogo com ela e ela foi ficando bem molhada, abri o zíper da minha calça e meti com força nela e pedi para que não fizesse barulho já que estava todo mundo no escritório (imagino como deve ser difícil se conter sendo ela) a buceta dela se encaixava perfeito no meu pau e olha que o ‘’rapaz’’ não é dos menores (21 cm de prazer) levantei a perna de Ana na mesa e

comecei a meter mais fundo e ela soltando uns gemidos que me preocupavam e me deixavam mais excitado, quando estava –para gozar ouvimos barulho na escada saí de dentro dela e levantei rapidamente sua calcinha, mas seu cabelo estava todo arrepiado e aquele rosto de safada todo corado, não sei se ela conseguiria disfarçar como eu faria, mas a situação foi bem inusitada e engraçada. A partir daquele dia Ana entendeu que eu não era só um rostinho bonito e nem um novinho sem experiência. Espero que quando olhar esse publicação tenha feito muitas outras histórias com a Ana.

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eroticos entre irmaosporno contoscontos eroticos festacobtos eroticoscomi minha mae contoconto erótico padrastocontos eroticos sobrinhacontos eroticos de mulheres casadascunhada gostosacontos.eroticoscontos eróticos lesbicoscontos insestocontos eroticos madrastaconto eróticocontos eroticos meninacontos eroticos no trabalhoconto erotico gravidacontos eroticoa gaycontos eroticos troca de casaiscontos pornograficoscontos eroticos de cornocontosercontos eroticos novosconto eroticoscontos de travesticontos eroticos femininocontos erticoscontos eroticos tiocontos eroticos minha tiagay contoscontoseroticos incestocontis eroticosconto corno mansoconto erótico traiçãocasos eroticosconto erotico incestocontos eroticos pai e filhacontos heroticos gaycontos eroticos incesto pai e filhacontos eroticos gaycontos eroticos primacontos de sexo selvagemcont erocontos eróticos mãepodolatria contosconto gay eroticocontos eroticos de sexocontos eroticos de sexocontos eroticos insestoconto erótico professorconto erotico no cinemagay contosconto erotico no onibuscontos eróticos de gayconto erotico incestocontos de swingcontos eroticos de coroascontos eroticos chantagemcontos eroticcontos insestocontos eróticos tiacontos eróticos incestocontoerotico.comrelatos eroticos reaisconto erótico no ônibuscontos eroticos categoriacontos eroticos troca de casaiscontos de sexo reaiscontos euroticoscobtos eroticoscontos de gayscontos eroticos incesto pai e filha