Chupando a buceta da madrasta gostosa

Meu nome é Kátia, tenho cintura fina, um bumbum durinho e seios satisfatórios para uma novinha de 19 anos. Eu me considero hetero, porém depois desse final de semana já não sei …
Sou filha de pais separados e como sempre fui passar o final de semana na casa do meu pai, chegando lá minha madrasta me avisou que ele foi viajar a trabalho, e pediu pra que eu ficasse lá com ela que domingo logo após o almoço ele já estaria de volta.
conversamos, rimos, como sempre, pedimos pizza e cheguei até a beber uma taça de vinho com ela, ela é uma mulher adimiravel… 43 anos, baixinha, com seios enormes e durinhos, um bumbum empinado e gostoso, daqueles de deixar qualquer homem babando, cabelo cacheado e uma simpatia maravilhosa. Entre uma risada e outra ela disse que era melhor irmos deitar, pois já estava tarde, se aproximava da meia noite. Eu não retruquei, disse que ia tomar apenas um banho e me deitar, passei uma agua no corpo e fui pro quarto, quando estava quase me deitando ela saiu do banheiro. Com um pijama transparente ela veio rindo, comentando sobre algumas coisas que haviam acontecido no dia dela. Por uma hora ou outra confesso que me distrai naqueles seios, porem me deitei e fiquei na minha.

 

Um pouco mais tarde, acordei com um gemidinho, uau eu nem conseguia acreditar que minha madrasta estava se tocando a ponto de gemer enquanto eu dormia do lado dela, eu não me contive e logo comecei a me tocar também, aqueles gemidinhos dela me faziam me lembrar dos seios dela, deliciosos seios… Quando de repende paramos de se tocar, teve um silencio de alguns minutos, quando ela ascendeu a luz, sentou em cima de mim, tirou a parte de cima do pijama já enfiando as tetas gostosas na minha cara e diz “me mama luluzinha da titia”. Eu comecei a chupar aquelas tetas com tanto tesão, que acabei ficando toda molhadinha, apos uns 5 minutos ela olha bem pra mim com a voz ofegante e diz “eu também quero te dar umas chupadinhas” ela foi tirando minha roupa, e me chupando inteira, até chegar a minha vagina, eu me contorcia e gemia, era uma mistura de dedos com a lingua, onde ela chupava gostoso e me xingava de varias coisas “vagabundinha, puta, entre outras coisas”
quando eu pensei que toda aquela transa gostosa com a minha madrasta tinha terminado, ela vai até a gaveta e pega um vibrador, com o qual brincamos muito, até as 5 da manhã.

3 comentários sobre “Chupando a buceta da madrasta gostosa

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


conto erotico genroconto cornocontos eroticos crossdresserchupando bucetacontos gays 2018cntos eroticoscontos sexualrelatos de sexocontos eroticos pai e filhacontos eroticos veridicostextos eróticoscontos wroticoscontos eroticos novinhocontoa eroticoscomendo a sogra contosrelatos de incestoscontos de traiçaocontos eróticos recentescontos eroticos.comcontos eroticos atuaiscontos eroticos.com.brcontos encoxadacontos eroticos de gayconto erotico uberconto cornocontos eroticos novinhasmeu primo me comeucontos eroticos viadinhoeroticos contoscontos eróticos lesbicoscontos eroticos de gayconto eróticacontos gay eroticossexo com cunhadacontos de sexorelatos e contos eroticoscontos eroticos namoradoscontos eroticscontos eroticos lésbicascontos eroticos cunhadocontos eroticos de traiçaocontos eroticos gay primeira vezcontos eroticos cunhadacotos eroticoscontos de sexo com a empregadacontos de crossdresserconto erotico swingcontos eróticos proibidoscontos eróticos gordinhacontos reais eróticoscontos eroticos lesbicascontos eroticos mais lidoscontos eroticos com professorincesto eroticocontos eroticos de gaycontos incestoscontos eroticos de coroasconto erotico massagemcontos eroticos dormindocontos eroticos safadoscontos eróticos incestosconto erotico meninocontos gay últimosconto amadorcontos pornoconto erótico novinhaconto cornoconto porncontos sexycontos eroticos bem safadoscontos eroticos incestuososcontoa eroticoscontoseróticostransei com meu padrastocontos eroticos filhacontos de sexo no onibuscontoeróticoscontos eroyicoscontos eroticos de mae e filhoporno conto