A ricaça me fez de escravo sexual

Teve uma época que além de trabalhar em uma loja, também fazia uns extras com manutenção de computadores nas minhas folgas, e aqui onde moro existe muitas distribuidoras e, por tanto, muitos computadores dando defeito ou precisando ser instalados e etc…
Existia uma Distribuidora onde eu vivia prestando serviço, os donos era um casal de amigos muito ricos, se chamavam Weslei e Bruna, ele um cara muito simples conversado sempre atarefado correndo para um lado e para outro, não se preocupava muito com a aparência a não ser pelas roupas… já ela, uma loira Linda, com mais ou menos 1,70 de altura, cabelos longos abaixo dos ombros, seios fartos graças a um belo par de silicones, cintura fina, bumbum exuberante, olhos claros e um rosto marcante meio quadrado, muito bonito que combinava com sua personalidade forte de quem tomava conta do negócio na parte da administração financeira enquanto o marido cuidava da logística física do negócio…
Existia até uma lenda que dizia que o negócio ia tão bem porque ela usava seu charme para conquistar grandes empresas como parceiros do negócio, mas, no dia a dia, apesar de ser uma mulher que se vestia sempre de maneira impecável, era muito simples e simpática e vivia me pedindo para “salva-la” quando os computadores apresentavam problemas.
Eles moravam numa casa sobre a empresa e possuíam muitos computadores, além de 3 no escritório da empresa e mais 3 no setor de produção, ainda tinha um no escritório particular que ficava na casa, e teve um período que este computador da casa começou a apresentar problemas, além dela pedir algumas melhorias para o mesmo, então não era incomum hora ou outra eu estar indo lá na casa deles mexer nesse computador.
Um dia cheguei lá para mexer nesse computador e quem me recebeu foi a empregada informando que a patroa estava no banho e que logo viria me atender, mas que eu podia ficar à vontade, pois a patroa já havia dito que eu iria ali concertar o computador. O escritório da casa era bem luxuoso com uma mesa enorme toda em madeira maciça que lembrava escritório de filmes, inclusive me fez lembrar um filme pornô que vi uma vez em que a mulher fazia um homem ficar escondido em baixo da mesa chupando sua buceta por baixo da saia enquanto ela atendia as pessoas sem que elas percebessem e depois, quando as pessoas saiam ela transava com ele em cima da mesa; Enquanto a ricaça não chegava, fui me antecipando a ligar o computador e verificar o defeito que ela já havia me comunicado por telefone, lembro que ela reclamava do computador ficar lento, então comecei a verificar a parte de programas, se existiam algum programa ocupando muito espaço e nessa pequena averiguação acabei abrindo uma pasta com fotos e vídeos que ocupava um bom espaço no HD, apesar do problema não ser aquele, resolvi verificar o porquê daquela pasta ocupar tanto espaço, e vi que era uma pasta só com fotos e vídeos dela, fotos em eventos, em festas, experimentando roupas, em passeios, etc… E muitas fotos dela de biquíni, e acabei me distraindo com a beleza daquela mulher e nem percebi quando ela chegou e me pegou no flagra vendo uma foto onde ela tomava sol de costas com um biquíni minúsculo… ela chegou perguntando se eu já sabia o defeito e assustado respondi que estava verificando que provavelmente era algum arquivo ocupando muito espaço e aproveitei para me desculpar dizendo que havia aberto aquela pasta porque era muito grande o seu volume e talvez fosse necessário salvar aquelas fotos em outro compartimento ou até fazer um “upgrade” naquele computador para solucionar o problema e foi aí que percebi que ela estava usando um roupão com uma toalha na cabeça e se desculpou por me receber assim, mas, que estava sentindo muito calor e precisou tomar um banho para refrescar, então respondi brincando “que ela ficasse a vontade como se estivesse em casa”, rimos um pouco e foi aí que ela me perguntou se havia gostado do escritório dela que havia feito algumas mudanças, (mudanças estas que eu mesmo nem havia percebido) e respondi que sim que aquele escritório era lindo, e lembrava escritório de filmes e acabei sorrindo sem querer ao lembrar exatamente que filme me lembrava… ela percebeu e perguntou o porquê da risada, pedi desculpas e respondi que havia me lembrado de um filme em particular que achava engraçado, então ela me perguntou que filme era, eu tentei desconversar, dizer pra deixar pra lá, mas, ela insistiu e disse que era um filme em que uma mulher escondia o amante embaixo de uma mesa como aquela, mas, não disse se tratar de um filme pornô, mas ela insistia me perguntando detalhes do filme, então eu respondi que o filme era meio picante e tinha cenas bem fortes, então ela me perguntou se a mulher era bonita, na hora respondi que sim, que era muito bonita e poderosa, e comecei descrever ela mesma, loira, alta, sempre bem vestida; e ela então indagou se cabia um homem embaixo da mesa porque aquela mesa ali ela achava que não caberia um homem embaixo e sugeriu que eu entrasse para ela ver; no momento que entrei embaixo da mesa ela se sentou na cadeira e perguntou o que ele fazia com ela embaixo da mesa, e abriu as pernas revelando estar sem calcinha por baixo do roupão e pude perceber sua buceta rosada, com lábios grandes e uma depilação com poucos pelos sobre a vagina que ao se ajeitar na cadeira ficou a um palmo de meu rosto, nessa hora já não escondia meu tesão e acabei caindo de boca naquela buceta cheirosa e carnuda, ela então parece ter incorporado a personagem e batia na minha cara dizendo para eu fazer gostoso, devagar me tratando como seu escravo mesmo… então resolvi também assumir o personagem e comecei a chama-la de minha senhora, e dizer que era só ela pedir que eu faria. Para pôr mais pimenta na situação chamou a empregada enquanto eu a chupava escondido por sob a mesa e disse que eu já havia ido embora e que era para ela não deixar ninguém subir sem que a avisasse e mandou a empregada sair e fechar a porta e que não a incomodasse. Quando a empregada saiu ela me puxou para cima dela, me lascando um beijo molhado na boca e segurando em meu pau sobre a calça, disse que agora era a vez dela desabotoando minha calça e liberando meu pau, que a esta altura já estava mais que duro e latejando, me mandou sentar na mesa aproximando com a cadeira e me chupou com uma habilidade delirante, depois mandou que eu tirasse a calça e a sunga e que me deitasse de bruços sobre a mesa, o que eu estranhei a princípio, mas, resolvi fazer como ela mandava, ela então começou a passar as mãos em minha bunda e dar tapas, morder, e deu uma lambida em meu rabo que apesar de estranhar, confesso que me deu muito tesão, aí ela se levantou se livrou do roupão e da tolha e revelou aquele corpo escultural bronzeado com marcas de biquínis perfeitas, se sentou na mesa e me mandou continuar a chupa-la e só parar quando ela mandasse, depois se virou de bruços abriu a bunda e mandou que eu chupasse o cu dela, e nem precisaria mandar duas vezes, pois aquela cena dela empinando e abrindo a bunda revelando um cuzinho lindo e piscando pro meu lado, despertou ainda mais o meu tesão, comecei a chupar e lamber aquele rabo com muito vigor e não consegui controlar o tesão e já fui logo querendo enfiar meu pau ali, mas, ela me segurou e encaminhou meu pau em direção a buceta e então enfiei meu pau facilmente, pois ela estava muito molhada, além de ser uma puta buceta. Fodi ela com muito tesão, aliás, o tesão era tanto que me segurava para não gozar, logo ela se virou, pôs uma perna em meu ombro ficando de lado e comecei a meter novamente naquela buceta deliciosa aproveitando agora para acariciar aqueles seios lindos, siliconados que depois cai de boca quando ela pois as duas pernas pra cima e foi maravilhoso, pois não sou alto e aquela mesa deixava aquela mulher na posição exata, sem contar no fato que nunca havia imaginado aquela possibilidade, de comer aquele mulherão, ainda mais ali. ela logo começou a gemer alto e anunciou um gozo gostoso que molhou ainda mais meu pau, e mesmo assim continuei a meter e ela a gemer até que gozei dentro daquela buceta maravilhosa, mas, ainda sem tirar de dentro pois não queria que aquele momento acabasse, ela então voltou a gemer baixinho em meu pau ainda duro como pedra, ficou novamente de quatro sobre a mesa e pediu que eu continuasse e só depois de algum tempo ela pôs as mãos pra trás, abriu aquele bumbum maravilhoso e mandou que colocasse no cu agora, por um momento pensei estar sonhando, era mágica aquela cena, a ricaça, loira, linda e poderosa, deitada sobre uma mesa de escritório abrindo o bumbum para mim e pedindo que comesse seu cu. Passei meu pau mais uma vez em sua buceta melada e comecei a penetrar aquela rabinho, deslizando-o devagarzinho pra dentro até minha bolas tocar sua buceta e ela soltar um leve suspiro, aguardei um momento para que ela se acostumasse e comecei um balanço bem de leve aproveitando para admirar aquela cena, do meu pau entrando e saindo daquele cuzinho branquinho e guloso… aos poucos aumentei o ritmo e não demorou para que o êxtase me emplacasse novamente e eu enchesse aquele rabo de porra… ela então me empurrou pra fora de seu rabo me segurou pela camisa me dando um beijo e perguntando se o filme teria sido tão bom assim… quando ia responder, ouvi a voz da empregada anunciando que alguém estava procurando por ela. A ricaça mandou a empregada pedir para pessoa esperar, disse, como se nada tivesse acontecido, que era para mim terminar logo o serviço e parar de ficar olhando as fotos dela e anunciou que iria tomar ouro banho, pois, estava muito calor aquele dia.
Concertei o computador dela, ela então disse que era para receber no escritório da empresa, sem se quer me olhar e nunca mais solicitou o concerto daquele computador. Confesso que fiquei curioso para saber o que ela disse a empregada depois de dizer que eu havia ido embora e a empregada novamente me viu ali, e porque teria ido tomar outro banho se já havia feito isso a pouco mais de meia hora atrás…

Carlos, [email protected]

1 comentário sobre “A ricaça me fez de escravo sexual

Deixe um comentário

CAPTCHA



Online porn video at mobile phone


contos eroticos mulher do amigocontos eroticos reaiscontos euroticoscontos eróticos travestiscontos eroticos gay incestocontos eroticos meninas novinhascontos gay onlineconto erotico padrastocontos de crossdressercontos eróticos mãecontos de sexo analvontade de dar o cucontos eroticos meninas novinhascontos eroticos de fantasiasconto erotico gay primeira vezcontos eroticos filhocontos eroticos engravideicontos de coroasquantos eróticoscontos eróticos padrastohistorias eroticascontos fetichecontos eroticos encoxadascontos eroticpscontos eróticos papaicasados contosconto.eroticocontos eróticosgaycontos eroticoa gaycontos exóticoscontos eróticos swingcontos de sexoscontis eróticoscontos eróticos gordinhacontos travestiscontos erroticoscontos eróticos swingcontos gay sexocontos de sexocontos eroticos brcontos eróticos mãe e filhocontos eróticos meninascontos eroticos swingcontos eriticosestorias eroticascontos eroticos de coroascontos eroticosconto erroticoconto erotico gay paicontos eroticos vizinha novinhacontos heroticos reaiscontos eróticos grátiscontoseróticotransei com meu filhoconto porno gayincestos contosconto erotico femininocontos gay eroticocasa dos contos gayconto porno gaycontos incesto mae e filhocontos erotichistorias eroticascontos eróticos vizinhaqueria ser cornocontos sacanagemcontos de sexo no onibuscontis eroticoscontos eróticos de lésbicascontos eroticos no onibuscontos eróticos gordinhacontos eroticos com a sogracontos eroticos recentescontos crossdresscontos eroticos com policiaiscontos eróticos sograconto erótico traiçãocontos de sexo com novinhascontos eroticos gay novinhoconto erotico primoporno contocontos eroticos de meninasconto eroticos reaiscontos eróticos lésbicocontos eroticos atuaisconto erótico sobrinhaconto sexocontos eróticos grátiscontos eroticos banhocpntos eroticoscontos amadorescontos eroticos mae e filhoconto erotico casadacontos de travesticontos de incestocontos eroticos reaiscontos eroticos de fantasiascontos eroticos professoraconros eroticos